sábado, 11 de abril de 2009


Médicos peritos, historiadores e arqueólogos têm examinado, em detalhes, a execução que Jesus Cristo voluntariamente suportou. TODOS concordam que Ele sofreu uma das formas mais cruéis e dolorosas de pena de morte jamais imaginadas pelo homem. Para alguns apenas um episódio histórico, pra outros isso nem existiu, mas para aqueles que denominam-se cristãos é o sacrifício que traz a Paz. Jesus, sacrifício vivo, se fez maldito por nós, morreu a nossa morte para que pudéssemos viver.
Em tempos de tanta palhaçada no meio dito cristão, me faltaram palavras pra escrever aqui, são tantas “loucuras” feitas em “nome de Deus”, são tantos atos patéticos feitos com a desculpa de que as coisas de Deus “são loucura”, mas a Bíblia nos ensina que: Porque a "mensagem da CRUZ" é deveras loucura para os que perecem; mas para nós, que somos SALVOS, é o PODER de Deus. (1ºCor.1:18)
Essa é a loucura que o mundo não entende. É o sacrifício de um Deus que entregou Seu Filho unigênito a morte por amor a nós, essa é a loucura que devemos pregar. Essa mensagem infelizmente tem perdido o lugar central para diversas lorotas gospel que surgem como “meio” para salvação, que servem como "muletas" e, de certa forma, dizem que o sacrifício de Jesus não foi suficiente. Confesso que estou cansada, extremamente cansada de seitas que se dizem igrejas e comercializam uma fé biodegradável e uma salvação diluída em partes, cansada de ver esse evangelho barato que vem sendo pregado, ganhar mais espaço nos púlpitos, nas rádios, nos programas de TV, enfim... nos diferentes meios de comunicação. Pouquíssimos são os que seguem os verdadeiros valores cristãos, e a multidão cada vez mais iludida com fábulas, vibrante com as heresias, contentes com as mentiras.

*Suspiros*

Para mim, o sacrifício de Cristo ainda é suficiente.

Nenhum comentário: