sexta-feira, 31 de julho de 2009

O que é preciso para que nosso planeta se torne uma seara em chamas?


Para que isso aconteça, primeiro a igreja precisa começar a arder. O avivamento é para quem já vive.

O avivamento incendeia a igreja e a igreja incendeia o mundo.

O avivamento quebranta a igreja e salva o mundo. No avivamento a igreja prepara o caminho do SENHOR, endireita as suas veredas e toda a terra vê a salvação de Deus .Segundo o que está escrito no livro das palavras do profeta Isaías, que diz:¨Voz do que clama no deserto:¨Preparai o caminho do SENHOR; Endireitai as suas veredas.Todo o vale se encherá, E se abaixará todo o monte e outeiro; E o que é tortuoso se endireitará, E os caminhos escabrosos se aplanarão; E toda a carne verá a salvação de Deus.¨ ( Lc 3.4-6 ).

No avivamento, as torrentes de Deus descem sobre os sedentos e as multidões se convertem. ¨Porque derramarei água sobre o sedento, e rios sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre os teus descendentes. E brotarão como a erva, como salgueiros junto aos ribeiros das águas. Este dirá: Eu sou de YAHWEH; e aquele se chamará do nome de Jacó; e aquele outro escreverá com a sua mão a YAHWEH, e por sobrenome tomará o nome de Israel.¨ ( Is 44.3-5 ) Daí, o nosso clamor para que a igreja experimente esse batismo de fogo e seja revestida de poder e santidade.

Certamente, não há outra solução para esta nação curvada sob o peso de seus pecados. Nosso país está sendo açoitado pelo chicote das crises mais avassaladoras: crise econômica, crise social, crise moral, crise familiar e crise espiritual. Para a nossa gente morreu a esperança. As famílias vêm sendo torpedeadas pelo inferno e esmagadas debaixo dos pés cruéis de ideologias que as destroem aos poucos, que as arrastam para uma moral de valores relativos e interesses pessoais, criando uma total separação do que é espiritual e patrocinando toda espécie de desentendimentos, revoltas e conflitos.

A cavalaria do inferno faz tremer a terra com a sua marcha devastadora. Nenhuma outra força pode fazer recuar essas hostes infernais à não ser o poder do alto. Só o poder de Deus manifestado através de uma igreja santa, pura, aquecida e lutadora pode mudar o cenário desta nação e levar nosso povo ao arrependimento e às fontes da salvação em Jesus.Temos apoio nas Escrituras para crer que quando o povo de Deus se reúne, Deus pode manifestar-se de forma extraordinária em seu meio.

Multidões estão indo para o fogo do inferno, porque a igreja perdeu o fogo do Espírito. Quando o fogo de Deus cai sobre a igreja, multidões são salvas do fogo do inferno.

Quando o fogo de Deus desceu no cume do Carmelo, Israel clamou: “Só o SENHORr é Deus”, só o SENHOR é Deus!”, e abandonou suas crenças vãs no deus baal”.

Que o altar de nossa vida seja restaurado já, para que o fogo de Deus venha sobre nós e nos inflame, e sopre as chamas para todos os mais distantes da nossa pátria, a fim de que esta nação se converta de seus maus caminhos, abandone os seus ídolos e se volte para Deus.

quinta-feira, 23 de julho de 2009


Amados, todos os dias vemos nos jornais os sinais da volta de Cristo.

E o que temos feito por e para Ele?

Será que temos cumprido Sua ordem: " Ide por todo mundo, pregai o evangelho a toda cristura?" (Marcos 16: 15)

Será que os sinais que Ele mencionou tem nos seguido: "E estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e, se, beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos e os curarão?" (Marcos 16:17-18)

Irmãos está na hora de acordarmos, a batalha já está sendo travada! Nós não podemos nos esconder para sempre dentro das igrejas. Por que lá é o lugar onde tem de tudo, menos Deus.
Essa é uma dura verdade. Deus não mora, nem se faz presente nas igrejas atuais. O Soberano do universo não cabe no céu dos céus, quanto mais num templo erguido por mãos humanas. (I Reis 8:27)

O verdadeiro templo somos nós. Nós somos a igreja de Deus, somos a carta viva do Pai, escrita com o sangue do Filho. Por isso, não nos enganemos, o que está sendo pregado nas igrejas é o 'evangelho tipo feira'. Cada igreja monta a sua "barraca" e os irmãos escolhem o que mais lhe agradam e enchem a cesta. Mas não se satisfazem. Porque o alimento que escolhem é superficial. Não produz frutos, apenas fome. E as igrejas se mexem para buscar tipos de alimentos mais variados, uns buscam alimentos mais "light", outros mais gordurosos, alguns até podres. E 'sem querer querendo' (que me perdoe o Chaves), as igrejas acabam misturando os alimentos. Montam suas barracas e seja o que Deus quiser (seria melhor dizer: e seja do jeito que o Diabo gosta?)!

É esse 'evangelho tipo feira' que estão nos oferendo, pois a bíblia, somente a bíblia, já não é o bastante. Porque querem encher igrejas, e não se preocupam com o verdadeiro arrependimento do homem. Introduzindo heresias atrás de heresias, muitas pessoas os seguirão (II Pedro 2:1-2).

Por isso amados, temos que estar sempre vigiando e orando em todo o tempo, para que nós também não sejamos enganados, porque a apostasia começa dentro das próprias igrejas. Vejamos o que diz em I Timóteo 4:1 e 2:“O Espírito afirma expressamente que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, por obedecerem espíritos enganadores e a ensino de demônios, pela hipocrisia dos que falam mentiras e que têm cauterizada a própria consciência” Perceba que essa advertência de Paulo é direcionada à Timoteo, ou seja, é para a igreja, e não para os que estam fora dela. A apostasia não significa necessariamente sair da igreja, mas é implantada dentro dela, por líderes que têm suas próprias mentes cauterizadas e que levam alguns a obedecerem a ensinos de demônios e a espíritos enganadores.

Será que você também não está se alimentando desse "evangelho tipo feira"?

terça-feira, 14 de julho de 2009

A fé...


Nosso Deus sempre realiza o milagre quando se esgosta a força própria daquele que necessita do milagre. A Bíblia nos revela que somente os homens de fé desafiam seus próprios limites, agindo em obediência extema ao Senhor, e então recebem poder até para abrir mares, derrubar muralhas, e vencer as guerras mais difícies, nos momentos críticos em que só podem contar com sua fé, e absolutamente nada mais.
Moisés, Josué e Gideão desvendaram muito bem o segredo da fé.
A grande diferença entre nós e eles é que eles precisaram de um cajado, de buzinas e de trezentos soldados, e nós podemos fazer as mesmas coisas simplesmente clamando pelo nome do Senhor Jesus.
Agora, a única semelhança que deve haver entre nós e eles... é a fé!

domingo, 5 de julho de 2009

Não seja Google para Deus

sábado, 4 de julho de 2009

Traumas emocionais, crise na família, corrupção, violência, destruição do planeta e medo da morte: esse é o cenário atual. Mas "a esperança é a última que morre." Ela é a mola que sustenta o coração humano nas horas difíceis.
Por isso, tenhamos fé e esperança no futuro, porque Deus já está lá. Além das sombras, existe um céu azul esperando por nós. No fim do túnel desta vida resplandece o brilho da volta de Jesus.